Matilde Rosa Araújo

Hoje estou de luto. Faleceu Matilde Rosa Araújo, uma escritora que muito admirava e uma figura de referência da literatura para crianças

Se a literatura para crianças em Portugal é o que é, deve-lho em grande parte, como precursora e autora de uma rara sensibilidade.

Conheci-a pessoalmente na Trofa, quando recebi o Prémio Matilde Rosa Araújo. Era uma pessoa duma simpatia cativante.

Presidia ao júri que escolheu “Pirilampo e os deveres da escola” e deu-me a grande honra de escrever uma dedicatória que enriquece muito o meu livro.

Deixo-vos com as palavras de António Torrado (que integrava também o Júri), e que reflectem bem o que também eu sinto:

“A Matilde foi a fada madrinha para a literatura infantil”; “era a medida padrão para a literatura infanto-juvenil”.

Podes ler o texto, de onde foram retiradas estas frase,  no DN: http://dn.sapo.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=1611701&seccao=Livros

Para conhecer a sua biografia podes seguir esta hiperligação: http://dn.sapo.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=1611700&seccao=Livros

Poderás também gostar de ler estas Infantilidades:

Cecília e Sissi

ou ir para o início.