Chove

Chove…

.

Mas isso que importa!,

se estou aqui abrigado nesta porta

a ouvir a chuva que cai do céu

uma melodia de silêncio

que ninguém mais ouve

senão eu?

.

Chove…

.

Mas é do destino

de quem ama

ouvir um violino

até na lama.

.

José Gomes Ferreira, Poesia II

Hoje, Dia Mundial da Poesia, deixo-vos com um poema apropriado ao estado do tempo.

Imagem colhida em http://magia em versos.blogspot.pt/2011/07/chuva-cair.html

Poderás também gostar de ler estas Infantilidades:

A Primavera    MV  Apelo aos amigos   Pássaro da cabeça

ou ir para o início.

Anúncios