Aquele traço de escrita,de Adelina Barradas

Na sequência do artigo anterior, deixo-te, caro leitor, com outro poema de Adelina Barradas. Um entre vários de que gostei. A imagem é também a que a autora escolheu para acompanhar o seu poema. Não conheço a autora, mas os seus poemas têm uma sensibilidade que me toca. Clicando no título do poema podes aceder ao poema no seu blogue.

 

Aquele traço de escrita

 

Vieira da Silva .jpg

 

Os poetas têm no gesto
aquele traço lento da escrita
Como se dançassem nas letras
Ou pendurassem os pensamentos no olhar das palavras

 

Não sabem o que vão escrever
Mas escrevem
As mãos pegam nas palavras e escrevem

 

Os olhos ficam em espera
Como se o pensamento nem ditasse a forma

 

Os poetas têm aquele gesto lento
De quem guarda um segredo que não sabe

 

O gesto lento de quem espera
Mesmo que a espera seja já ali
ou só na eternidade.
ACCB

 

Poderás também gostar de ler estas Infantilidades:

Olho 3.png O poema Biografia Torga trabalho infantil 2  Decantação 2

ou ir para o início.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: