Mia Couto – Prémio Camões

Mia Couto

Sim, amigo, obrigado pelas lições.
Matámos a galinha por um ovo…
é preciso avivar, erguer de novo,
brincar, criar, fazer brincriações.

Ajudaste a sonhar colorações
no planeta dormente onde me movo,
recriaste a língua com o povo,
recreaste a língua em diversões.

Recuperaste até antigos brilhos
(e os ovos de ouro brilham mais
se reflectem o brilho dos demais),

trouxeste alegria a nossos filhos,
cor aos planetas já entorpecidos …
Seja a língua carícia em teus ouvidos!

Mia couto recebeu uma justíssima homenagem com a atribuição do prémio Camões. Deixo-vos com um dos sonetos que lhe dediquei, no concurso promovido pela Câmara Municipal do Redondo, em que o ponto de partida era a frase  Venho brincar aqui no Português, a língua – uma frase retirada da sua crónica Perguntas à língua portuguesa. Se conhecem essa crónica, para mim um dos melhores textos escritos em Português, repararão que o meu poema é construído através de uma espécie de “plágio” a algumas frases da mesma.

Os restantes poemas do conjunto podem ser lidos aqui.

Poderás também gostar de ler estas Infantilidades:

Prémio Literário Hernâni Cidade      

ou ir para o início.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: