Simplicidade

O que me inspira,

Não é aquilo que tu

Mostras ou dizes

De forma trabalhada.

O que me inspira,

É o que flutua

Por detrás do Outono dos teus olhos,

É o que germina sem algemas

No teu coração,

É a linguagem não estudada

Das tuas mãos.

Mais um poema de Neusa Veloso /Ariana Soares, do blogue “As coisas falam se as tentarmos ouvir”, fabuloso na sua “Simplicidade“.

A imagem encontrei-a em http://diariodeumcaranguejo.wordpress.com/2009/07/10/olha-me/

Poderás também gostar de ler estas Infantilidades:

   Prémio Literário Hernâni Cidade   

ou ir para o início.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: